23 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Polícia

Jornal Primeira Página > Notícias > Polícia > Garantimos à GM de São Carlos um novo patamar na segurança pública, diz Samir Gardini

Garantimos à GM de São Carlos um novo patamar na segurança pública, diz Samir Gardini

Investimentos e capacitação foram necessários para atingir um novo conceito em segurança pública para São Carlos (SP), afirma secretário

20/05/2024 14h20 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
Garantimos à GM de São Carlos um novo patamar na segurança pública, diz Samir Gardini Foto - JornalPP

Reportagem – JornalPP

O secretário municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Samir Gardini, concedeu uma entrevista ao Jornal Primeira Página, e em questionamentos sobre a estruturação, atuação e as dificuldades da corporação, afirmou que: “garantimos à GM de São Carlos um novo patamar na segurança pública”.

Estruturação – Segundo o líder da pasta, há alguns anos foi criado o SUSP (Sistema Único de Segurança Pública), onde a GM de São Carlos (SP) foi inserida, e junto de um conjunto de entidades e organizações, trabalha para gerar uma sinergia muito importante no combate à violência e a criminalidade, e através da atual gestão, contando com investimentos importantes, foram feitas realocações da Guarda Municipal, colocando a corporação em um papel mais interativo e mais contundente na questão de segurança pública no município de São Carlos (SP).

“Assumimos a GM e nessa ocasião vimos que ela necessitava de um olhar diferente, mais dinâmico, de investimentos, capacitação, e no transcorrer desses anos, trouxemos para a GM um patamar de trabalho conjunto com as polícias Militar e Civil, e até mesmo com o Ministério Público, chegando a ocorrer inclusive diversas operações conjuntas e de grande sucesso”, relatou o secretário.

A GM de São Carlos (SP) está inserida no SINESP, que é um sistema de inteligência, de consultas, de despacho de ocorrências e inserção de dados, onde todas as nossas câmeras, totalizando 105 que são controladas pelo CCO (Centro de Controle Operacional), estão integradas e podem inclusive ser acessadas pela Polícia Federal e até a Polícia Rodoviária Federal, caso haja necessidade. Além disso implantamos o Detecta, que é interação com o Estado de SP, e assim nós finalmente entramos nessa evolução que a segurança pública vem tendo, e vai ter em todo o Brasil.

“Os coletes balísticos dos agentes quando chegamos, estavam todos vendidos há mais de quatro anos, equipamos melhor toda a tropa, com essa proteção mínima, que tem inclusive um grau de amparo, e hoje todos os coletes são elevados nesse quesito e todos novos”, destacou Gardini.

O secretário ainda destacou que a GM foi armada para se defender, e com isso todos os agentes foram submetidos a testes psicológicos, com profissionais da Polícia Federal, instrução de tiros, habilitação para tiros, além de um estágio de qualificação profissional que todo ano é aplicado ao efetivo. Quanto às falhas, Samir afirmou que uma aqui e outra ali sempre tem, por isso também foram criadas a ouvidoria e a corregedoria da GM, que junto com o Ministério Público tem toda as atuações acompanhadas.

Dificuldades – Segundo Samir Gardini, a GM de São Carlos (SP) atualmente precisa complementar o efetivo, pois o sistema público municipal, tanto na questão dos patrimônios quanto nos serviços, vem aumentando ano a ano, e com o aumento da cidade, existe também a necessidade do aumento da tropa, da implantação de tecnologia, e sem isso será muito difícil. Existe também a questão de viaturas, onde algumas licitações estão ainda em andamento para a compra de motocicletas e viaturas novas para as atuações, e isso irá ajudar e muito a corporação.

Em todas as escolas municipais foram implantadas câmeras de monitoramento, foi criado também o SOS Escola, que é sucesso e exemplo, e recentemente o sistema também foi doado para o município de Sertãozinho (SP). Assim, o secretário municipal vê um futuro muito interessante para a GM, trabalhando sempre no papel dela, e em conjunto com a Polícia Militar no quesito do preventivo.

“Precisamos elaborar o plano de carreira, que só não foi desenvolvido ainda porque o plano de carreira geral, de todo o município, precisa ainda ser aprovado e usado de base para essa criação junto à corporação. A atual gestão conseguiu elevar a parte dos vencimentos da tropa e isso melhorou muito, indo o risco de vida de um patamar de 30% para 60%, e o objetivo é que isso chegue à 100%, como diversas guardas já tem esse reconhecimento, afirmou Samir.

“No último domingo (19) tivemos a prova teórica do concurso da GM, no qual temos uma previsão no entorno de 150 dias para o início do curso, desde o lançamento do edital, até o início da qualificação dos novos profissionais, onde após um período de aproximadamente 5 meses, estes estão aptos e prontos para atuação até o final do ano”, relatou.

Atuação – “Hoje a atuação da GM de São Carlos (SP) é bastante dinâmica e reconhecida, o Canil, por exemplo, já realizou diversas operações conjuntas e de sucesso, e é uma ferramenta muito importante para o combate ao crime no geral, pois contamos com animais bem treinados, que acham drogas, armas, e diante dos resultados desestimulam criminosos de atuarem em locais específicos, além de causar prejuízo para esse meliante”, disse Gardini.

Temos o GAM (Grupamento de Apoio Motorizado) que é um dispositivo importante e de intervenção imediata quando necessário, além de voltado também ao apoio das demais equipes em diversas situações.

A Ronda Maria da Penha, junto com o Judiciário e a Polícia Civil, realiza visitas as vítimas de violência e portadoras de medidas protetivas de urgência, onde em diversas ocasiões já retirou de circulação acusados e descumpridores das ordens judiciárias. Trabalho bastante importante e que é desenvolvido com apoio da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) e a Secretaria de Cidadania do município.

O GRPA (Grupamento de Patrulha Rural e Ambiental), que é uma função prevista na Lei 13.022, de proteção à área rural e municipal, acaba fazendo o preventivo, tendo parceria com o Sindicato Rural de São Carlos (SP).

O CCO (Centro de Controle Operacional), hoje atua com 105 câmeras em todo o município e a ideia é fazer uma muralha digital, onde todos os veículos que entrarão na cidade serão fotografados, identificados, contanto com a tecnologia de algoritmos e inteligência artificial, onde futuramente expandiremos a área de abrangência com tal modalidade, sendo inclusive instaladas câmeras nas áreas rurais da cidade, visando sempre o combate à criminalidade em um todo.

“Nossos princípios é sempre aprimorar e expandir esses trabalhos da GM, quanto às tecnologias e inovações. Agradeço ao Prefeito Airton Garcia, ao Comandante Michael Yabuki, aos subcomandantes, sendo o atual e aos que passaram pelo cargo, além de secretários municipais, e todos os demais envolvidos nesta luta”. Finalizou.

Em entrevista na ocasião, o Comandante da GM, Michael Yabuki, afirmou que no início, em 2017, quando ele assumiu a liderança da tropa, a Guarda Municipal de São Carlos (SP) era vista como um peso para o Governo Municipal, onde na atual gestão foi feito um planejamento para que a GM tivesse um subsidio para realizar os investimentos necessários, e assim avançar tecnológica e operacionalmente, garantindo a alto-estima dos operadores, sendo diversos repatriados e que estariam atuando em desvios de funções, onde começamos então a trabalhar com as legislações mudadas, atuando encima da Lei 13.022, o que trouxe uma mudança de cenários de atuações que a GM fazia corriqueiramente, transformando então em serviço de atividade policial, e que trás muito mais benefícios para a população.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x