21 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Polícia

Jornal Primeira Página > Notícias > Polícia > Homem tenta furto e acaba contido por funcionário de Mercado no Cruzeiro do Sul

Homem tenta furto e acaba contido por funcionário de Mercado no Cruzeiro do Sul

Em patrulhamento e ao se deparar com as partes correndo, PMs realizaram a abordagem e posterior detenção do acusado

18/01/2024 06h24 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
Homem tenta furto e acaba contido por funcionário de Mercado no Cruzeiro do Sul Foto: Jean Guilherme

Reportagem: Jean Guilherme

Um homem de 22 anos foi contido por um funcionário no final da tarde de quarta-feira (17), ao tentar um furto contra o interior de um supermercado, no Jardim Cruzeiro do Sul.

O fato ocorreu por volta das 16h30, na Rua República do Líbano. Em patrulhamento preventivo pela referida região, uma equipe do policiamento se deparou com dois indivíduos correndo pela via pública, o que despertou a atenção dos militares, que de pronto contiveram as partes em abordagem.

Indagados a respeito da ‘corrida’, uma das partes que se apresentou como funcionário do estabelecimento vitimado, afirmou ter visto o indivíduo tomando posse de algo no interior do supermercado, e ao notar que o mesmo passou pelo caixa sem realizar o pagamento, passou a questionar o tal, que em ato continuou tentou a fuga correndo, sendo acompanhado.

Segundo os PMs, antes do momento da abordagem, haviam sido recuperados pelo funcionário do comércio, três barras de chocolate e um desodorante, que segundo a parte seriam os produtos tomados pelo acusado, que questionado, afirmou ter pego os itens devido a estar passando fome.

Encaminhada as partes até a CPJ (Central de Polícia Judiciária) de São Carlos (SP), o delegado de polícia, Adriano Callsen Alexandrino, averiguou que a situação foi caracterizada como furto de forma que poderia ter sido evitada ainda no interior do comércio, uma vez que o funcionário avistou a ação, e não se manifestou em tal ocasião, apenas despertando o fato após a saída do rapaz, o que poderia ter sido por ele evitado, sendo então realizado o registro de Boletim de Ocorrência, devendo o fato ser melhor investigado quanto a sua parte ‘criminal’, onde os itens depois de terem sido apreendidos, foram restituídos ao representante da vítima, e o acusado foi orientado e liberado.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x