15 de Abril de 2024

Dólar

Euro

Polícia

Jornal Primeira Página > Notícias > Polícia > Morre homem que foi golpeado por amigo de serviço com amortecedor automotivo

Morre homem que foi golpeado por amigo de serviço com amortecedor automotivo

Segundo o patrão, ‘zueiras’ eram constantes entre as partes, onde na data dos fatos, vítima teria desferido um tapa no rosto do acusado

16/06/2023 08h13 - Atualizado há 10 meses Publicado por: Redação
Morre homem que foi golpeado por amigo de serviço com amortecedor automotivo Foto: Jean Guilherme

Faleceu no início da tarde desta última quinta-feira (15), Marcilio Monteiro, 48 anos, que foi agredido com um amortecedor automotivo na cabeça, cujo o golpe foi desferido por um colega de profissão, um homem de 28 anos, diante de uma desavença entre as partes, após uma ‘brincadeira’, nas dependências de um auto peças automotivas usadas, situado na Avenida Getúlio Vargas, no Jardim Maracanã.

Segundo o proprietário da empresa, um homem de 45 anos, que se deslocou até a CPJ (Central de Polícia Judiciária) de São Carlos (SP), as ‘zueiras’ entre vítima e acusado eram constantes, porém sempre em tom de humor e sem intrigas, onde na ocasião em uma das ‘brincadeiras’, ambos se estranharam e Marcilio havia desferido um tapa no rosto do companheiro de profissão, e este em ato continuo, tomou posse de um amortecedor automotivo e desferiu um golpe certeiro contra a cabeça da vítima, acarretando em um ferimento profundo.

Por meios próprios, o funcionário foi socorrido até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Prado, estando este consciente e orientado, porém no decorrer do atendimento médico a vítima passou a apresentar um quadro de convulsão, sendo necessário a sua transferência pela USA (Unidade de Suporte Avançado) do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até o SMU (Serviço Médico de Urgência) da Santa Casa de São Carlos (SP), onde então Marcilio foi submetido a um procedimento cirúrgico, permanecendo internado e em estado grave.

Às 12h45 desta última quinta-feira (15), diante de um quadro de pneumonia associada à ventilação mecânica após abordagem cirúrgica, o paciente evoluiu o seu quadro à óbito, onde diante das circunstâncias da morte, a médica que atestou o fato requisitou o encaminhamento do corpo para exames necroscópicos junto ao IML (Instituto Médico Legal), sendo feita a remoção pela funerária de plantão.

Ainda de acordo com o representante da empresa, câmeras do sistema de segurança do auto peças, registraram o exato momento do desentendimento e agressão mutua entre as partes envolvidas, sendo as imagens requisitadas pelo policiamento judiciário, sendo o caso registrado em Boletim de Ocorrência.

Nos registros do caso, a autoridade policial mencionou que o caso embora possa enquadrar a tipificação no artigo 129 do Código Penal Brasileiro, por Lesão Corporal Seguida de Morte, diante da gravidade da lesão pode se caracterizar, ao menos, dolo eventual para o crime de Homicídio, cujo ocorrido deverá ser apurado através de inquérito policial instaurado.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x