14 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Polícia

Jornal Primeira Página > Notícias > Polícia > Muita demora na liberação médica de cadáver

Muita demora na liberação médica de cadáver

28/08/2011 13h06 - Atualizado há 13 anos Publicado por: Redação
Muita demora na liberação médica de cadáver

Planto640x379Um cadáver encontrado numa residência localizada na Vila Nery gerou muita confusão na noite deste sábado (27), por volta das 19h.

Vizinhos acionaram a Polícia Militar devido ao mau cheiro vindo da casa e pelo fato de não verem há alguns dias o morador Laurindo Benedito Pereira, 64 anos. Os policiais militares foram ao local e encontraram o homem morto sobre a cama. A funerária foi chamada e recolheu o corpo a fim de prepará-lo para o velório. Só que era necessária a liberação médica atestando o óbito. No Plantão Policial a ocorrência foi registrada como encontro de cadáver/morte natural. Neste caso o corpo não é encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização de autópsia.

A funerária levou o corpo até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Prado, onde o médico se recusou a assinar a liberaração do corpo por falta de elementos comprobatórios da causa da morte. O cadáver foi então encaminhado ao Serviço de Verificação de Óbito (SVO) de Américo Brasiliense/SP. Lá também ouve a recusa em atestar a morte e liberar o corpo para o sepultamento.

Após horas de vai e vem o agente funerário registrou um Boletim de Ocorrência de Preservação de Direito contra a UPA. Mais de seis horas se passaram até que o delegado de plantão, Reinaldo Machado, atendendo pedido da família do homem morto, entrou em contato com o médico da UPA que acabou concordando em assinar a liberação do corpo. {jcomments on}

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x