18 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Polícia

Jornal Primeira Página > Notícias > Polícia > Polícia Civil manda traficante para a cadeia

Polícia Civil manda traficante para a cadeia

01/03/2012 13h40 - Atualizado há 12 anos Publicado por: Redação
Polícia Civil manda traficante para a cadeia

Um trabalho que durou meses de intensas investigações e monitoramento de policiais civis da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) logrou êxito na manhã desta quinta-feira, 1º, quando um dos maiores traficantes da cidade e da região foi detido.

J.L.R., Jefinho, foi preso em uma chácara localizada no Aracê Santo Antônio. No local, policiais encontraram um laboratório para o preparo de cocaína. Também foram presos duas mulheres e um homem. Durante a apreensão, a polícia contabilizou 31,826 quilos da droga, sendo 15 quilos prensados (pasta pura).

O comando da operação foi do delegado Gilberto de Aquino, auxiliado por policiais, garantiu que estava há tempos seguindo os passos de Jefinho até que, na tarde desta quarta-feira, 29, descobriu o local das operações.

Desta forma, durante a madrugada a propriedade foi cercada, esperando a hora certa da invasão pelos policiais, que surpreenderam os casais preparando a droga.

Na residência foi localizada grande quantidade de cocaína pura, produtos químicos para serem misturados à droga, prensa, balanças e vários apetrechos utilizados no preparo.

Os casais foram presos e, com o material foram conduzidos à DISE. Aquino disse a reportagem do portal www.jornalpp.com.br que Jefinho é considerado um dos maiores traficantes de drogas da região e que também é ligado ao crime organizado.

Segundo Aquino, com esta detenção, um ‘braço’ da articulação no tráfico de drogas foi ‘quebrado’, já que o delegado responde por Ibaté e nesta cidade, Jefinho chegou a receber um bilhete (que foi apreendido) de uma mulher ligada ao tráfico de drogas pedindo a sua ajuda.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x