13 de Abril de 2024

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Entidades se mobilizam para que São Carlos tenha novo Cartório de Imóveis

Entidades se mobilizam para que São Carlos tenha novo Cartório de Imóveis

A ideia depende da aprovação da Assembleia Legislativa de São Paulo

27/06/2023 16h51 - Atualizado há 10 meses Publicado por: Redação
Entidades se mobilizam para que São Carlos tenha novo Cartório de Imóveis Crédito: Jhony da Silva

Durante a sessão ordinária desta terça-feira (27), o delegado regional do Conselho dos Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo, Wenderçon Matheus Junior, o Stubé, usou a Tribuna Livre para falar a respeito da possibilidade de São Carlos ter um novo Cartório de Registro de Imóveis.

A ideia, que depende da aprovação da Assembleia Legislativa de São Paulo, conta com apoio de entidades da sociedade civil são-carlense, entre elas a Associação Comercial de São Carlos (ACISC); Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de São Carlos (AEASC); Ordem dos Advogados do Brasil de São Carlos, CIESP São Carlos e Associação dos Corretores de Imóveis.

Segundo Stubé, atualmente existe uma vacância no Cartório de Registro de Imóveis de São Carlos, que está com uma oficial interina. “Estamos requerendo um desdobro do atual cartório, para a criação de um novo. Em Rio Claro, por exemplo, há dois cartórios. Jaú também tem, assim como Araraquara tem também. Por que essas cidades possuem dois e nós temos apenas um, sendo que a população é maior? Acredito que nós também temos esse direito”.

Além disso, ele destacou que o processo visando a criação do novo Cartório irá para a Prefeitura Municipal dar o aval. “Depois, pelo Conselho Regional do CRECI, vamos encaminhar em mãos para o governador Tarcísio de Freitas, para o presidente do Tribunal de Justiça e também para a Assembleia Legislativa, pois é ela que aprova a criação”.

O Presidente da Câmara Municipal, vereador Marquinho Amaral (Podemos), destacou que o Legislativo irá trabalhar junto aos deputados estaduais para viabilizar a aprovação do novo cartório, lamentando a falta de representantes da cidade na Assembleia Legislativa. “Isso mostra a falta que nos faz um deputado estadual. Tivemos vários candidatos que não obtiveram votação, enquanto os forasteiros tiveram grandes votações e acabamos sem representantes, enquanto Araraquara elegeu duas deputadas estaduais”.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x