22 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Fiesp divulga nota em defesa da liberdade de expressão

Fiesp divulga nota em defesa da liberdade de expressão

Opção da Fiesp em defender a liberdade de expressão responde aos críticos que reclamavam do silêncio da entidade

25/08/2022 23h39 - Atualizado há 2 anos Publicado por: Redação
Fiesp divulga nota em defesa da liberdade de expressão JULIA MORAES/Fiesp

Beatriz Bulla/AE

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) divulgou nesta quinta-feira, 25, nota em que manifesta posicionamento em defesa da liberdade de expressão. A iniciativa acontece depois de a entidade ter recebido críticas de integrantes do setor industrial por ter articulado o manifesto em defesa da democracia, que representava apoio do empresariado aos tribunais superiores.

Há irritação entre alguns industriais com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que autorizou a operação da Polícia Federal contra empresários bolsonaristas que, em um grupo de Whastapp, defenderam um golpe de estado no caso de eleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

Na terça-feira, em evento de campanha, o presidente Jair Bolsonaro (PL) questionou: “cadê a turma da cartinha pela democracia?”, ao alegar que a operação que atingiu empresários bolsonaristas era antidemocrática.

Diante dos questionamentos – não só de Bolsonaro e seus aliados políticos, como de parcela do empresariado -, a Fiesp decidiu marcar posição e falar em nota o que, na visão de alguns dentro da entidade, seria óbvio: a defesa da democracia abarca a defesa da liberdade de expressão.

A opção da Fiesp em defender a liberdade de expressão responde aos críticos que reclamavam do silêncio da entidade, que recentemente foi protagonista da defesa da democracia e dos tribunais superiores. Não há, no entanto, nenhuma crítica direta ou indireta ao STF e a Moraes no texto.

A Federação decidiu pura e simplesmente informar que entende que a defesa da democracia por si só traz implícita a defesa da liberdade de expressão. O movimento pretende silenciar críticos, sem atacar o Judiciário.

“Na defesa do Estado Democrático de Direito feita pela Fiesp e outras entidades, está implícita, obviamente, a defesa de todos os seus pilares, o que inclui a liberdade de expressão e de opinião e imprensa livre”, diz a sucinta nota da instituição. “Esses são valores inegociáveis”, diz a entidade ao encerrar a nota.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x