23 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Governo do Estado construirá 200 moradias em São Carlos

Governo do Estado construirá 200 moradias em São Carlos

Além disso, a cidade também foi contemplada com 113 Cartas de Crédito Imobiliário (CCI) pelo programa Casa Paulista

26/04/2024 14h14 - Atualizado há 4 semanas Publicado por: Redação
Governo do Estado construirá 200 moradias em São Carlos

O governador Tarcísio de Freitas lançou, nesta sexta-feira (26), um pacote de medidas para viabilizar a construção de 43.756 novas moradias em 231 municípios. Em São Carlos, a CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo irá construir 200 moradias. Além disso, a cidade também foi contemplada com 113 Cartas de Crédito Imobiliário (CCI) pelo programa Casa Paulista. A lista de municípios contemplados pode ser conferida aqui

Com o sinal verde do governador, a CDHU vai formalizar parcerias com 200 municípios para construir as mais de 24 mil moradias na produção habitacional própria. O investimento total será de R$ 4,6 bilhões, dos quais R$ 257,4 milhões para as 1,3 mil casas do programa Vida Longa.

A CDHU oferece diversas modalidades para atendimento da demanda, desde as parcerias tradicionais para construções em terrenos doados pelos municípios até as Cartas de Crédito Associativo, em que construtoras e incorporadoras apresentam empreendimentos com licenciamento aprovado e a CDHU arca com a construção e financiamento dos imóveis.

CASA PAULISTA- A modalidade CCI do programa Casa Paulista concede subsídios de R$ 10 mil a R$ 16 mil a famílias com renda de até três salários mínimos para a compra do primeiro imóvel.

Com os subsídios, o Governo de São Paulo usa a indução do mercado para reduzir o déficit habitacional de forma mais ágil e eficiente, já que as famílias passam a não mais depender apenas de habitações construídas diretamente pela CDHU. Em 2024, a média de renda das famílias atendidas no Casa Paulista é de R$ 2.757,08.

O CCI também promove benefícios socioeconômicos, já que os aportes viabilizam grandes montantes de investimentos privados. Com o aporte total de R$ 761 milhões em subsídios em 16 meses, o Governo de São Paulo induziu o giro de R$ 20,9 bilhões em toda a cadeia produtiva, com a geração de 384,2 mil empregos.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x