28 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > Marquinho Amaral declara luto oficial por 3 dias pelo falecimento da ex-presidente Diana Cury

Marquinho Amaral declara luto oficial por 3 dias pelo falecimento da ex-presidente Diana Cury

Velório será realizado nesta quinta-feira (21) na Catedral Diocesana a partir das 7h

20/12/2023 16h21 - Atualizado há 2 meses Publicado por: Redação
Marquinho Amaral declara luto oficial por 3 dias pelo falecimento da ex-presidente Diana Cury

O presidente da Câmara Municipal, vereador Marquinho Amaral, baixou portaria declarando luto oficial por três dias no Legislativo são-carlense em homenagem póstuma à ex-vereadora e ex-presidente da Casa, professora Diana Cury, falecida nesta quarta-feira (20) em São Carlos, aos 80 anos.

O velório será realizado nesta quinta-feira (21) na Catedral Diocesana a partir das 7h, com missa de corpo presente às 12h e sepultamento às 14h30 no Cemitério Nossa Senhora do Carmo.

Nascida em São Paulo em 6 de setembro de 1943 em São Paulo, filha de Nahim Cury e Albertina Bonduki Cury, Diana era graduada em Biologia e Pedagogia, com Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos, trabalhou na formação de crianças e adolescentes como diretora da Escola Estadual “Ludgero Braga” e foi coordenadora do Curso de Pedagogia da Unicep.

Criada em São Carlos, onde seus pais se estabeleceram no ramo comercial, na juventude formou-se musicista no conservatório e orfeão são-carlense.  Casou-se em 1965 com Wilson Wady Cury, tendo os filhos Cynthia, Cláudia e Wilsinho e os netos Giovanni, Paola, Gabriel e Lucas. Ao lado do marido, liderou o Coral dos Encontristas da Catedral, criado na década de 1970.

Diana elegeu-se vereadora em 1996  e foi reeleita em 2000 e 2004. No primeiro mandato foi 2ª Secretária da Mesa Diretora (1997-1998); em seguida 1a.Vice Presidente (2003-2004) e Presidente (2005-2006); presidiu a comissão que reelaborou o Regimento Interno da Câmara e a Comissão de Revisão da Lei Orgânica do Município e também a Comissão de Legislação, Justiça e Redação.

Marquinho Amaral destacou que Diana teve reconhecida por todos a sua eficiente atuação  como administradora pública. Lembrou que seu irmão Samuel Amaral, ex-presidente da Câmara, era o diretor da Casa e teve grande sintonia com ela no período em que a professora se tornou a primeira mulher a presidir o Legislativo. “Foi uma gestão de importante trabalho e esforços que alcançaram excelentes resultados”.

“A professora Diana Cury engrandeceu os meios social, educacional e político de São Carlos e sempre orgulhou todos que com ela tiveram o privilégio de conviver em diversas etapas da vida”, declarou Marquinho, ao expressar condolências a seus familiares, especialmente aos filhos Cynthia, Cláudia e Wilsinho.

“Exemplo de mãe de família, musicista e cidadã dedicada às ações sociais e religiosas, a professora deixa um grande legado como educadora de tradição e, especialmente, pela maneira digna e honrada com que representou as mulheres na vereança e na presidência do Legislativo São-carlense”, completou.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x