25 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Política

Jornal Primeira Página > Notícias > Política > São Carlos será contemplada com 534 moradias pelo Programa Casa Paulista

São Carlos será contemplada com 534 moradias pelo Programa Casa Paulista

O Presidente da Prohab, Rodson Magno, participou do anúncio da expansão do programa estadual

16/01/2024 17h57 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
São Carlos será contemplada com 534 moradias pelo Programa Casa Paulista

O programa Casa Paulista, do governo do Estado, disponibilizou mais 12.349 subsídios habitacionais para que famílias do estado de São Paulo com renda de até três salários mínimos consigam realizar o sonho da casa própria. O Presidente da Prohab, Rodson Magno, participou do anúncio da expansão do programa estadual, representando o Prefeito Airton Garcia, que também irá contemplar 534 moradores da cidade de São Carlos, na manhã desta terça-feira (16), no Palácio dos Bandeirantes.

“Quero agradecer o Governador Tarcísio de Freitas, ressaltando a importância da iniciativa, que vai garantir mais moradias para muitos cidadãos, inclusive aos de São Carlos. Estou muito feliz que nosso município foi contemplado com mais 500 unidades. Minha luta por moradia digna é diária, pois todos sonham em ter sua casa própria. Habitação é prioridade e em breve teremos mais moradias para a cidade”, disse o Presidente da Prohab.

Com o novo aporte de R$ 148,7 milhões, o Governo de São Paulo totaliza 47.320 subsídios do Casa Paulista oferecidos desde 2023, com investimento de R$ 598 milhões na atual gestão. O Estado viabiliza cartas de crédito com valores entre R$ 10 mil a R$ 16 mil, dependendo da localização de cada imóvel, para auxiliar as famílias interessadas em negociar diretamente com as construtoras, sem a necessidade de sorteios.

O benefício é destinado a famílias que possuem renda mensal de um a três salários mínimos. Com a redução do valor da entrada, o Casa Paulista facilita o acesso a financiamentos da Caixa Econômica Federal. O banco contrata os empreendimentos que recebem aportes do Governo de São Paulo e analisa a viabilidade de financiamento aos possíveis compradores.

Dos mais de 12 mil benefícios anunciados nesta terça, 7.724 são referentes a novos aportes, e 4.625 foram remanejados de conjuntos habitacionais que já foram totalmente vendidos ou cujas unidades ainda disponíveis são destinadas a público com renda mensal superior a três salários mínimos.

 

Critérios de prioridade

O Governo de São Paulo estabeleceu critérios técnicos e objetivos para priorizar empreendimentos que se melhor se enquadram nas políticas públicas de redução do déficit habitacional.

A análise leva em conta fatores como presença de área de risco na região dos projetos; análises de inadequação habitacional; locais com baixas taxas de desenvolvimento humano; municípios com baixa ou nenhuma participação no programa; análise de demandas das prefeituras; e priorização de obras não iniciadas e da capacidade de entrega das construtoras.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigas
Mais novos Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Cássia cibele ap perez da fonseca
Cássia cibele ap perez da fonseca
1 mês atrás

Queria tanto uma casinha pra chamar de minha. Até hoje não consegui. Tenho 55 anos. Fiquei cega do olho esquerdo e até hoje não consegui nada.

0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x